O Guzerá Ibituruna nasceu muito antes que eu tivesse nascido. Estranha a minha afirmação? Olhe esta fotografia.
Você está vendo um homem alto, de terno branco, gravata e chapéu à direita da foto? Ele é o meu avô materno, José Mascarenhas Diniz, e esta foto registra o momento da premiação de Campeão Bezerro, na 1ª Exposição Agropecuária de Curvelo em 1941, de um animal de sua propriedade.
 
Em 1958, o meu pai, José Transfiguração Figueiredo, começou o seu criatório, o Guzerá JF, na Fazenda Ygarapés. Os primeiros animais vieram de Curvelo. Não preciso explicar o porquê, não é mesmo? O certo é que eu e meus irmãos nascemos convivendo com o Guzerá, brincando com os bezerros, subindo nas réguas do curral para acompanhar a ordenha das vacas e saborear o delicioso leite, tomado ali mesmo nos canecos esmaltados
 
que carregávamos para este fim. Curtíamos as exposições, o êxito do nosso pai com seu criatório sempre premiado. Vieram os netos e a história não foi diferente.
Em 2001, ganhamos um novo aliado. Apaixonado com o Guzerá, o meu marido, Paulo Roberto Menicucci, fez uma parceria com o meu pai no intuito de multiplicar a genética do rebanho JF e, desse modo, nasceu o Guzerá Ibituruna.
 

Hoje, trabalhamos com muito prazer o nosso criatório e já temos outros aliados. E, sentimos que nosso trabalho terá continuidade... O prazer e a alegria que vivemos com o nosso criatório são contagiantes! Novos aliados virão!

Ariane Maria Figueirêdo Menicucci

 
 

 

 

 
 
  O Guzerá Ibituruna se originou da compra de 20 matrizes e de 350 produtos de TE e de FIV, realizados em parceria com o Guzerá JF. A genética deste rebanho tem a boa marca de 50 anos de dedicação e ótimos resultados com esta raça.
As doadoras utilizadas foram vacas que expressam a fantástica capacidade do Guzerá de produzir carne e leite. Vacas famosas,
campeãs de torneios,recordistas da raça em produção de leite, animais valiosos.